segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Sintonia

À Camilla Nakanami

Pensei que fosse a noite
que andava estranha...
Na verdade
ainda não posso saber.
Tanto barulho,
tanto silêncio nele,...
A noite tem me dito coisas,
não consigo ouvir com clareza,
não sei quem manda dizer.
Mas tenho uma certa certeza
que isso é coisa sua.
Pensamento chama pensamento,
minha alma irmã.
Seja forte como seu nome,
deixe a vida ser.
Tenho uma certa certeza
que era você.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Híbridos

Foi assim:

Tabatinga na parede
Barro branco – bem querer

A paz usava vestido de chita
E levava flores pra morar no quintal

Tapete carinhoso - grama verde
Fez amizade forte com o frescor do vento
Então o clima era sempre ameno
Sempre ameno!...

A luz gostava de como a paz girava
Girava seu vestido de chita ali pelo quintal

A paz se encantou mais uma vez com a calma da luz
Mais uma vez... A paz e a luz

A essência da luz era dançar aurora e ocaso
A paz foi ali criada – arraigada estava

Essencialmente respeitavam a essência

O amor entre a paz e a luz
Fez a paz ser meia luz
Fez a luz ser meio paz

Por isso quem vê a luz sente a paz
Por isso quem sente a paz vê a luz

E assim vai sempre ser
Foi arte que o amor fez


03h53min – 02 de janeiro de 2011