terça-feira, 4 de novembro de 2014

Uma poesia por dia

Imagino que tenha levado seus filhos na escola
Onde fica assustado com as crianças falando em morte
Não se preocupe
Muitos olhos zelosos por ela
Como os teus
Como os meus
Sei que tem olhado o mar
Sorrindo para o futuro
O mar te lembra de onde veio
Para onde vai
Eu teria te contado tudo
Sem tanto sofrer
Como imagino que teria contado a mim
Sem tanto sofrer
Aproveite seu quarto
Seu tatame de dormir
Todo guerreiro tem a cama que precisa
Sempre
Eu avisei, meu amor
Que bom que não me ouviu
Hoje somos belos adultos
Sonhadores
Criativos
E, sim
Observados
Esperam de nós
Sim
Mas nada mais que sermos felizes
Finalmente felizes
Somos Um
Para ajudar o tempo
A correr leve
Uma poesia por dia
A gente confia na vida

2 comentários: